quarta-feira, 18 de abril de 2012

Entendendo os rótulos dos alimentos

Dados recentes levantados pelo Ministério da Saúde demonstram que mais da metade das pessoas não compreende adequadamente o significado das informações contidas nos rótulos dos alimentos.
No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) é o órgão responsável pela regulação da rotulagem de alimentos que estabelece as informações que um rótulo deve conter, visando à garantia de qualidade do produto e à saúde do consumidor.

Ler e entender estas informações pode contribuir com a sua saúde e qualidade de vida.

Os rótulos devem conter informações como: lista de ingredientes, prazo de validade, lote, origem, conteúdo líquido e informação nutricional obrigatória.


Informação Nutricional Obrigatória

As informações nutricionais obrigatórias em todos os rótulos são:

Porção
É a quantidade média do alimento usualmente consumida pelas pessoas, indicada em gramas ou mililitro e o correspondente em medida caseira, utilizando utensílios domésticos. Por exemplo: fatias, unidades, pote, xícaras, copos, colheres de sopa.

Valor Energético
Indica a quantidade energia ou calorias da porção do alimento.

%VD (Percentual de Valores Diários)
Indica o quanto o produto em questão apresenta de energia e nutrientes em relação a uma dieta 2000 calorias. Um alto %VD indica que o produto apresenta alto teor daquele nutriente.

Carboidratos
São os componentes dos alimentos cuja principal função é fornecer a energia para as células do corpo, principalmente do cérebro. São encontrados em: massas, arroz, açúcar, mel, pães, farinhas, batata, mandioca, e doces em geral.

Proteínas
São componentes dos alimentos necessários para construção e manutenção dos nossos órgãos, tecidos e células. Encontramos nas carnes, ovos, leites e derivados, e nas leguminosas (feijões, soja e ervilha).

Gorduras Totais
As gorduras são as principais fontes de reserva de energia do corpo. As gorduras totais referem-se à soma de todos os tipos de gorduras encontradas em um alimento, tanto de origem animal quanto de origem vegetal.

Gorduras Saturadas
Tipo de gordura presente em alimentos de origem animal. São exemplos: carnes, toucinho, pele de frango, queijos amarelos, leite integral, manteiga, requeijão, iogurte.
O consumo desse tipo de gordura deve ser moderado porque, quando consumido em grandes quantidades, pode aumentar o risco de desenvolvimento de doenças do coração.

Gorduras Trans
Encontrada em grandes quantidades nos alimentos industrializados e lanches salgados que utilizam as gorduras vegetais hidrogenadas na sua preparação (margarinas, cremes vegetais, biscoitos, sorvetes, salgadinhos, produtos de padaria, alimentos fritos, etc).
O consumo desse tipo de gordura deve ser muito reduzido (não mais que 2 gramas/dia), considerando que o nosso organismo não necessita desse tipo de gordura. Quando consumido em grandes quantidades, pode aumentar o risco de desenvolvimento de doenças do coração.

Fibras Alimentares
Estão presentes em diversos tipos de alimentos de origem vegetal, como frutas, hortaliças, feijões e alimentos integrais. A ingestão de fibras auxilia no funcionamento do intestino e na redução do colesterol.

Sódio
Está presente no sal de cozinha e alimentos industrializados (salgadinhos de pacote, molhos prontos, embutidos, produtos enlatados). Deve ser consumido com moderação uma vez que o consumo excessivo pode levar ao aumento da pressão arterial.





Os rótulos trazem informações essenciais que devem ser analisadas no momento da escolha adequada de alimentos mais saudáveis.

É importante comparar os alimentos similares e escolher os que contêm menores teores de gordura, açúcar e sódio ou maior quantidade de fibras, por exemplo, sempre adequando com a situação de saúde da família. 


Fontes: Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Rotulagem nutricional obrigatória: manual de orientação aos consumidores. Brasília,  2008.
http://www.anvisa.gov.br/alimentos/rotulos/manual_consumidor.pdf
http://www.anvisa.gov.br/alimentos/rotulos/guia_bolso.pdf


Karine Zortéa - CRN2 8022
Nutricionista do Instituto de Medicina Preventiva do Hospital Mãe de Deus
karine.personaldiet@gmail.com

segunda-feira, 2 de abril de 2012